SXSW 2020: o que sabemos até agora sobre o cancelamento do evento

SXSW 2020

A organização do South By Southwest (SXSW), maior evento do mercado das indústrias criativas do mundo, anunciou na última sexta-feira (6) o cancelamento de sua edição neste ano. O motivo é o surto doe coronavírus, que vem assolando diversos países e, apenas nos Estados Unidos, já contabiliza mais de 900 casos confirmados e 29 mortes, até o momento.

Isso significa, também, que a Brasil Music Club, noite de música brasileira que aconteceria durante o festival, não acontecerá mais. O showcase tem apoio do Brasil Music Exchange — projeto de exportação de música brasileira, realizado por meio de uma parceria entre a Brasil, Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Em um comunicado publicado no site oficial do festival, a organização alegou ter recebido uma ordem de cancelamento a partir da cidade de Austin, no Texas, que receberia o evento em mais um ano. Os oficiais recomendam que as pessoas evitem grandes aglomerações neste momento de epidemia – como resultado direto, outros eventos como o Coachella também foram cancelados para este semestre.

“Apesar de entendermos que é uma decisão difícil por parte da cidade de Austin e dos organizadores da SXSW, ficamos muito tristes com o cancelamento do evento”, diz Leandro Ribeiro, gerente de projetos da BM&A (Brasil, Música e Artes). Segundo Leandro, a ação planejada para este ano era ainda mais forte do que a que aconteceu em 2019, com uma expectativa de resultados ainda melhores. “Muitas pessoas estavam envolvidas neste processo, desde artistas e profissionais brasileiros a prestadores de serviços locais, todos querendo mostrar o seu melhor para que houvesse uma noite de shows incrível. O cancelamento também representa uma descontinuidade na execução de uma estratégia que estava se mostrando bem-sucedida, para que a imagem da música brasileira seja cada vez mais ampliada no mercado norte-americano”, ele completa.

Vale lembrar que nossa noite musical no festival teria um line-up com Céu, Tássia Reis, Glue Trip, FingerFingerrr, Höröyá, João Brasil e AlterMauz. Você pode conhecer um pouco mais sobre os trabalhos destes artistas e bandas na nossa playlist oficial a seguir.


PRÓXIMOS PASSOS

O posicionamento oficial da SXSW, de acordo com um comunicado recebido pelos parceiros no mundo todo, é de que as credenciais não serão reembolsadas. Quem comprou as entradas para este ano poderá aproveitá-las em qualquer uma das três próximas edições do evento, que acontece anualmente em Austin. Mais informações devem ser compartilhadas em breve.

SOBRE O BME


O Brasil Music Exchange (BME) é um projeto de auxílio à exportação de música desenvolvido desde 2002 por meio de uma parceria entre a Brasil Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Para essa finalidade, o BME realiza diversas atividades de promoção de negócios e imagem internacional.