Brasil realiza noite musical no evento Jazzahead! com Anna Setton e Caixa Cubo

Anna Setton e Caixa Cubo Jazzahead (1)

Fotos: Divulgação


Os brasileiros Anna Setton e Caixa Cubo se apresentam na noite brasileira de 2020 do Jazzahead!, um dos maiores eventos de negócios de jazz no mundo, que acontece na cidade alemã de Bremem, de 23 a 26 de abril.

Os paulistanos prometem agitar o Designhotel Uberfluss, às margens do rio Wesser, no dia 25. Os músicos contam com o apoio do Brasil Music Exchange para o show — projeto de exportação de música brasileira, realizado por meio de uma parceria entre a Brasil, Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Os artistas foram selecionados a partir das votações de profissionais que fazem parte da rede de relacionamentos da BM&A.

O Brasil ainda leva ao evento um grupo de empresas associadas do ramo musical, que será divulgado nos próximos dias.

De acordo com Leandro Ribeiro, gerente executivo do BME, o Jazzahead! é um dos eventos mais importantes do mundo para os artistas do segmento do jazz com interesse no mercado externo. “É a plataforma perfeita para os brasileiros se apresentarem para os maiores programadores de eventos de jazz do mundo. Neste ano estamos com uma delegação forte e com um line-up para a noite brasileira bem representativo e interessante”, finaliza.

ANNA SETTON

Após 14 anos cantando na noite de São Paulo, Anna Setton lançou em 2018 seu primeiro disco de estúdio, homônimo. O trabalho foi produzido pelo violonista Swami Jr. e ainda traz Anna cantando composições criadas pelo pianista Edu Sangirardi com o letrista André Goldfeder. Sobre a oportunidade de participar do festival, Anna declarou estar muito feliz.

“Ano passado estive no Jazzahead! e foi muito bom conhecer mais do mercado internacional e trocar ideias com tantas pessoas que pensam música hoje em dia. Seja fazendo arte, produzindo ou comprando shows. Poder tocar com a minha banda este ano e mostrar o trabalho ao vivo, ainda mais em uma noite brasileira, será incrível e com certeza abrirá muitas novas possibilidades de troca”, conta a artista.


CAIXA CUBO

O piano-trio Caixa Cubo está em atividade desde 2007 e já tem quatro discos de estúdio na bagagem. O mais recente é Saturno, lançado em 2018, onde Fideles, Gomide e Stroeter trabalham em cima de improvisações, transitando entre sintetizadores, teclados, baixo elétrico e vários outros instrumentos. Nos últimos anos, o grupo esteve em turnê entre o Brasil e a Europa, passando por palcos de festivais como Jazz à Vienne (França), Riverboat Festival (Dinamarca), Anton Philip Hall (Holanda), A-Trane (Berlim) e Jazzkeller (Frankfurt).

De acordo com Stroeter, baixista do grupo, essa é uma oportunidade importante. O artista adianta ainda o line-up do show na Alemanha: “Vamos fazer um ‘best of’ dos 10 anos do Caixa Cubo, já que temos quatro CDs lançados e mais um a caminho. Vamos tocar algumas das faixas já conhecidas e também músicas do novo disco. O Zé Leônidas, nosso amigo de longa data, também participa do nosso show. O Caixa Cubo é uma pesquisa sobre a música brasileira contemporânea, e nossa apresentação vai refletir isso. Vai ser muito legal!”, comenta.


SOBRE O BME


O Brasil Music Exchange (BME) é um projeto de auxílio à exportação de música desenvolvido desde 2002 por meio de uma parceria entre a Brasil Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Para essa finalidade, o BME realiza diversas atividades de promoção de negócios e imagem internacional.