Chico Buarque disputa prêmio principal no Grammy Latino 2018

Com a presença dos maiores nomes da música latino-americana, Chico Buarque concorre ao prêmio de melhor álbum do ano, por seu trabalho em “Caravana”. Essa é a principal categoria do Grammy Latino, que neste ano ocorre no dia 15 de novembro, em Los Angeles.

Mais de 30 artistas brasileiros foram nomeados para as premiações da 19ª edição do evento, que busca premiar os talentos musicais de artistas latino-americanos. Sete categoria são direcionadas a trabalhos em língua portuguesa, englobando grande variedade de estilos musicais.

Dentre os nomes brasileiros indicados está a cantora Xênia, que acaba de lançar clipe para a música “Pra Que Me Chamas”, Pabllo Vittar, que concorre como melhor colaboração em “Sua Cara”  – parceria com Major Lazer e Anitta  – e a cantora Anaadi, intérprete da música É Fake (Homem Barato), que foi indicada a 3 prêmios no total.

Muitos dos artistas indicados à premiação participam ou integram o catálogo de empresas participantes do Brasil Music Exchange (BME), projeto de exportação de música brasileira, realizado por meio de uma parceria entre a Brasil, Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Leandro Ribeiro, gerente de projetos do BM&A, declarou que acompanhar os artistas associados ao BME ganharem visibilidade e indicações para a premiação traz uma satisfação enorme, pois isso só mostra o potencial e como os artistas brasileiros estão preparados para o mercado internacional.

Você pode conferir as premiações na íntegra acessando o pdf oficial com os indicados. Clique aqui.

Confira abaixo a lista de todos os brasileiros indicados:


Álbum do ano
Prometo – Pablo Alborán
Vibras – J Balvin
Caravanas – Chico Buarque
Salvavidas De Hielo – Jorge Drexler
Siguiente – El David Aguilar
Soy Yo – Kany García
Musas (Un Homenaje Al Folclore Latinoamericano En Manos De Los Macorinos), Vol. 2 – Natalia Lafourcade
¡México Por Siempre! – Luis Miguel
Encanto Tropical – Monsieur Periné
Cuando El Río Suena… – Rozalén

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa
Noturno – Anaadi
Amor É Isso – Erasmo Carlos
Dona de Mim – Iza
Ana Vilela – Ana Vilela
Xenia  – Xenia

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa
Recomeçar  – Tim Bernardes
Relax  – Kassin
Lenine em Trânsito  – Lenine
Casas  – Rubel
Ecos do Acaso e Caos de Caos  – Jay Vaquer

Melhor Álbum de Música Sertaneja
Sentimento de Mulher  – Solange Almeida
70 Anos  – As Galvão
Contraste  – Naiara Azevedo
Elas em Evidências  – Chitãozinho & Xororó
Dois Tempos, Parte 2  – Zezé Di Camargo & Luciano
Sou do Interior (ao vivo)  – Fernando & Sorocaba
Bem Sertanejo – O Show  – Michel Teló

Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa
Daquele Jeito  – Anastácia
Mariza  – Mariza
+AR  – Almir Sater & Renato Teixeira
Fitxadu  – Sara Tavares
Borghetti Yamandu  – Borghetti Yamandu

Melhor Canção em Língua Portuguesa
Aliança  – Pedro Baby, Pretinho Da Serrinha & Tribalistas, songwriters (Tribalistas)
Aponte  – Nanda Costa, Lan Lanh & Sambê, songwriters (Maria Bethânia)
As Caravanas  – Chico Buarque, songwriter (Chico Buarque)
Convite Para Nascer de Novo  – Erasmo Carlos, Dadi & Marisa Monte, songwriters (Erasmo Carlos)
Para Que Me Chamas?  – Lucas Cirillo & Xenia, songwriters (Xenia)

Melhor Fusão/Interpretação Urbana
Mi Gente – J Balvin Con Willy William Featuring Beyoncé
Internacionales – Bomba Estéreo
Yo contra Ti – Ayo
Sua Cara – Major Lazer Featuring Anitta & Pabllo Vittar
Malamente – Rosalía

Melhor canção “urban” – prêmio para compositores
Downtown – Anitta, J. Balvin, Justin Quiles & Alejandro Ramírez
Dura – Daddy Yankee, Urbani Mota Cedeño, Juan G. Rivera Vazquez e Luis Jorge Romero
Mi Cama – Rene David Cano, Andy Clay, Karol G, Antonio Rayo e Omar Sabino
Sensualidad – J Balvin, Bad Bunny, Juan M. Frías, Luian Malave, Prince Royce, Edgar Semper e Xavier Semper
X – J. Balvin, Nicky Jam & Juan Diego Medina Vélez