NOTÍCIA


BME DIVULGA SELECIONADOS PARA SHOWCASES DA FIESTA DEL LIBRO Y LA CULTURA DE MEDELLÍN

16/08/2017



O Brasil Music Exchange (BME), projeto de exportação de música brasileira realizado por meio de uma parceria entre a BM&A e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), anunciou os selecionados para participar da Fiesta del Libro y la Cultura de Medellín. Ao todo, foram 69 inscritos, incluindo 49 cantores(as)/compositores(as) e 20 grupos instrumentais.
 
Na categoria instrumental, estão as bandas Muntchako (Brasília/DF) e Yangos (Caxias do Sul/RS). Já os cantores(as) /compositores(as) são Dani e Debora Gurgel Quarteto (São Paulo/SP), Dona Onete (Belém/PA), Larissa Luz (Salvador/BA) e Liniker e os Caramelows (Araraquara/SP).  

Quatro profissionais colombianos foram responsáveis pela análise: Yesica Prado Quintero, coordenadora de programação do próprio evento, Felipe Grajales, diretor do Festival Altavoz, Jhonatan Cadavid, programador do Teatro Matacandelas, e Giovanna Chamorro, gerente de música da Idartes, entidade organizadora dos festivais Rock al Parque, Salsa al Parque, Jazz al Parque, Hip hop al Parque e Colombia al Parque. “Recebemos muitos elogios da curadoria, que teve dificuldades para realizar a escolha dada à qualidade dos inscritos, que representam muito bem a música brasileira”, comenta o gerente do BME, Leandro Ribeiro.
 

Apresentações

O evento cultural, que é o principal da segunda maior cidade colombiana, acontece entre os dias 10 e 17 de setembro. No ano passado, atraiu um público de 420 mil visitantes e, para este ano, estima-se 700 mil pessoas. A festa se divide entre Jardim Botânico, Parque Explora e Parque de Los Deseos. A participação brasileira conta também com o apoio da Embaixada do Brasil na Colômbia.

Saiba mais sobre os selecionados: 
 
Dani e Débora Gurgel Quarteto: um mergulho no jazz contemporâneo, o quarteto paulista traz uma mistura de ritmos tradicionais e modernos, harmonias elaboradas e improvisação constante na sua música original, com algumas camadas de pop. Uma ligação inseparável entre a música instrumental e palavras cuidadosamente escritas, apresentando o espírito de uma performance ao vivo em cada gravação.
 

Dona Onete: conhecida como a Diva do Carimbó Chamegado, conquistou a Europa e os EUA. O primeiro álbum vendeu mais de 1000 cópias em uma semana na cidade de Londres. O segundo, Banzeiro, lançado em 2016, alcançou 4 de 5 estrelas na coluna do crítico de música Robin Denselow, que a considerou a "A Grande Dama da Canção Amazonense”. Recentemente, estampou a capa da revista Songlines.
 

Larissa Luz: seu último trabalho é o álbum Território Conquistado. Marcado por uma fusão rítmica que mescla trap, dubstap, rap e rock ritmos afro-brasileiros  como samba, ijexá e reggae, o disco traz influências dos movimentos Afrofuturismo e Afropunk e conta com a participação de Elza soares e Thalma de Freitas.
 

Liniker e os Caramelows: com um som que traduz a blackmusic autoral para uma visão mais contemporânea e brasileira, apresentam uma música dançante, que tem como tema o som amor e duplicações. Após o lançamento do EP despretensioso Cru (2015) com milhões de visualizações no YouTube, a banda lançou o álbum Remonta (2016). A banda excursionou quase todo o Brasil e passou por festivais internacionais como South by Southwest, Primavera Sound e SummerStage.
 

Muntchako: os conterrâneos de Brasília produzem uma instrumental rica, extrovertida e acessível. Os ritmos são mesclados às batidas eletrônicas, guitarradas, samplers, sintetizadores e o bom humor dos instrumentistas experientes. A banda é formada por Samuel Mota, Rodrigo Barata e Macaxeira Acioli.
 

Yangos: o quarteto mistura chamamé, zamba, rasguido, chacarera, tango e milonga. Há mais de 10 anos, César Casara, Cristiano Klein, Rafael Scopel e Tomás Savaris compõem com piano, acordeão, violão e percussão e pitadas jazzísticas, fazendo música para as pessoas e potencializando a diversidade sonora do Brasil.

Sobre o BME

Brasil Music Exchange (BME) é um projeto de auxílio à exportação de música desenvolvido desde 2002 por meio de uma parceria entre a Brasil Música & Artes (BM&A) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Para essa finalidade, realiza diversas atividades de promoção de negócios e imagem internacional.