NOTÍCIA


Brasil Music Exchange: New Sounds 2013

24/09/2013

Após convidar músicos e grupos musicais de todo o país interessados em divulgar seus trabalhos internacionalmente, o programa Brasil Music Exchange, desenvolvido pela BM&A com o apoio da ApexBrasil, os curadores Jody Gillett e Robert Singerman (RPs) e o colaborador internacional Zjakki Willems selecionaram 13 faixas que farão parte do novo CD New Sounds 2013, veiculado na revista internacional Songlines, considerada a mais importante de world music atualmente. Com versão online, podcast e uma tiragem de 20 mil exemplares, a revista é distribuída no mundo inteiro para profissionais que constituem a cena musical brasileira, como produtores de festivais, jornalistas, gravadoras, radialistas, etc.

Abaixo, você confere a playlist selecionada que compõe o New Sounds 2013.

01. Siba – A Bagaceira
Elogiado pelo The Guardian como “um dos mavericks do cenário musical brasileiro”, Siba mistura ritmos brasileiros nordestinos, rock’n’roll e música brega romântica brasileira com influências africanas como o som Senegalês dos anos 70 e o Congotronics.

02. DJ Mam e Trio Manari – Sambarimbó (Moombathon Step Mix)
DJ Mam – nome artístico do DJ, produtor e compositor carioca Marco Aurélio Marinho – já esteve a frente de projetos como Brazilian Lounge e Estudando o Som, mas atualmente se dedica ao Sotaque Carregado, nome do disco e do coletivo que, sob a batuta de Mam, toca temas de batida afro-brasileira.

03. Filarmonica de Pasargada – Por Um Fio
Formada por ex-estudantes da USP (Universidade de São Paulo), a Filarmônica de Pasárgada mostra em seus trabalhos a irreverência e o estilo eclético do grupo, que vai da MPB e da poesia de Manuel Bandeira à pegada do rock, passando por levadas da bossa nova e do samba.

04. Dona Onete – Jamburana
Dona Onete, cantora e compositora paraense, mescla em seu trabalho diversas influências e sonoridades do folclore de sua terra natal, como o tremor do jambu, um toque de feitiço caboclo e seu carimbo chamegado.

05. Mawaca – So Perewatxe
Com repertório multicultural e muita criatividade, Mawaca é um grupo performista brasileiro conhecido por recriar a música de todos os cantos do mundo.

06. Rodrigo Campos – Sou De Salvador
Cantor, compositor e instrumentista, Rodrigo é um dos melhores compositores da nova cena musical brasileira. Seu segundo álbum, “Bahia Fantástica” (YB Music, 2012), é aclamado por críticos brasileiros e internacionais. Ganhou o 24. Prêmio da Música Brasileira 2013 na categoria Artista Revelação.

07. Orquestra Contemporânea de Olinda – No Ar
A Orquestra Contemporânea de Olinda surgiu em 2007, através do encontro entre músicos tradicionais do frevo do Grêmio Musical Henrique Dias e nomes da nova geração de músicos de Pernambuco. O grupo é caracterizado por duas grandes tradições pernambucanas: a percussão e os instrumentos de sopro.

08. Lanny Gordin – Riff 01
Alexander Gordin saiu da China e veio para o Brasil em 1958. Com 16 anos ele já tocava violão e baixo em uma casa noturna de propriedade de seu pai. Dez anos depois ele foi descoberto e participou brevemente de gravações com Gilberto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa.

09. Naurêa – Casa De Preto (Electric version by Alex Sant’Anna)
Formada em novembro de 2001, em Aracaju, Naurêa toca basicamente o que chama de sambaião, uma mistura de samba e baião. A banda recebe informação musical de várias partes do Brasil e do mundo, com o objetivo de ter uma sonoridade própria com um sotaque local.

10. Revista do Samba – Só Eu Só
Formado por Letícia Coura (voz e cavaquinho), Beto Bianchi (violão e voz) e Vitor da Trindade (percussão e voz), o trio tem três CDs gravados com trabalho reconhecido fora do Brasil com frequentes turnês internacionais em festivais na Europa, Estados Unidos, Oriente Médio, Ásia e África.

11. Ully Costa – Pindorama
Conhecida por cantar no grupo paulistano de samba-rock e gafieira Sandália de Prata, Ully Costa iniciou sua carreira no início da década de 1990. Atualmente vive Seu primeiro disco solo

12. Aláfia – Em Punga
Batuque de umbigada, ensaio de escola de samba, jongo e baile Black podem ser as primeiras referências. Entre batidas silenciosas e grooves efusivos, spokenword e arranjos elaborados, Aláfia cria uma performance que perpassa a inteligência do canto e da harmonia, do lirismo poético– influenciados pela música preta de todo o planeta. Uma banda de gente revivendo nos corpos que dançam, cantam  e tocam, as muitas histórias do espírito da Terra.

13. Maga Bo – No Balanço da Canoa feat. Rosângela Macedo and Marcelo Yuka
Maga Bo é um produtor e DJ aclamado internacionalmente. Abrangendo a amplitude da música urbana internacional, seu trabalho faz conexões entre o orgânico e o eletrônico, o tradicional e a vanguarda, o local com o global.



GALERIA DE IMAGENS