NOTÍCIA


BME e SIM

02/12/2014



A segunda edição do SIM São Paulo começa nesta quinta dia 04 com conferências, encontros abertos, speed meetings e shows em diversos espaços da cidade.

Mais uma vez o BME é parceiro do SIM e nesta edição do evento traz para o Brasil alguns convidados internacionais:

O uruguaio Gabriel Turielle é músico e produtor com formação em Tecnologia da Informação e Cultura da Administração. É diretor do Contrapedal Fest, primeiro festival boutique do Uruguai, que reúne as expressões mais interessantes da nova cena da música latino-americana. Desde de 2005 dirige a plataforma multimídia Contrapedal, focada em arte, entretenimento e novas mídias e que funciona como gravadora, produtora de shows, artists management e publishing.

O britânico Steve Symons realiza a curadoria do palco West Holts em Glastonbury que é o terceiro palco principal do festival com uma arena para 25 mil expectadores, além da cobertura da BBC. O palco já recebeu artistas brasileiros como Sergio Mendes e Joyce e convidará Gilberto Gil e Caetano Veloso para participar no evento do próximo ano. Steve também faz a curadoria de palcos em outros festivais menores e é um promotor de música ao vivo em Bristol, agenciando bandas para tocar em locais com capacidade de 200 a 2 mil pessoas. Ao longo dos anos tem ajudado bandas a criar redes e conexões no mercado europeu.

O espanhol Christophe Cassan é um apaixonado por Music Business, dedicou seus últimos 15 anos em diferentes áreas desse mercado, atuando como event manager, booker, agent, production manager ou na promoção de festivais. Suas especialidades são project management, booking, promoção, produção, direção artística e tour manager. Hoje é project manager do BIME - Biskaia International Music Experience em Bilbao.

Já o colombiano Felipe Grajales é diretor do Altavoz Fest, um dos festivais mais importante da Colômbia que acontece há 11 anos e é uma plataforma para bandas locais. Foi fundador da Sabanetoke, evento voltado para a qualificação de bandas novas de rock e hip hop de Mellín. Como jornalista é colaborador do El Tiempo e El Mundo, sempre colocando a música em pauta. Atualmente pesquisa sobre o papel da música nas políticas públicas.